Livros

Livros

sexta-feira, 31 de março de 2017

Saudades do futuro


Há gente que, não sei porquê, parece que passa pela vida sem que nada de especial aconteça, creio que, se hoje os reencontrasse, estariam nos mesmos lugares a desempenhar exactamente as mesmíssimas tarefas doutrora, como se o tempo tivesse virado costas àquelas paragens, e há outros, enfim, que são engolidos nas mais tumultuosas correntes… Se analisar devidamente ambos os percursos, confesso que não invejo nenhum, do fastio de conhecer há muito os amanhãs, à incerteza da próxima esquina (...)

Sem comentários:

Enviar um comentário