Livros

Livros

quinta-feira, 23 de maio de 2019



Pedro amou Inês, Inês desconhece o que é amar, Pedro tentou trazer Inês para o lado claro das coisas, Inês obstina-se com a noite da vida, Pedro compreendeu o equívoco, e o tempo a suceder-se com o seu carácter irreversível, Pedro cansou-se e além do equívoco percebeu algo maior (seria Inês o Sentido? Teria ela tal dignidade?), pois, o equívoco, Clara amou Francisco, Francisco só se amava a si, Clara insistiu, muito para além do razoável no seu amor (o equívoco do Sentido), Francisco aquém de tais desígnios, entretinha-se a maquilhar fraquezas e frustrações tão antigas quanto a sua memória…

in A arquitectura do mundo

terça-feira, 21 de maio de 2019

A arquitectura do mundo


Ontem esteve insuportável, não sei se pelo calor, se pelas dores de cabeça devido ao excesso de luz, sempre que o sol em demasia, a minha cabeça a dor logo sinal, hoje, porém, tudo mudou, nem vestígios das pegadas do sol de ontem, o dia felizmente despertou pardacento, espero que assim se mantenha, o pensar serena-me, sempre gostei de dias assim, sem sombras, como se não houvesse zonas difusas no mundo, de um momento para o outro, o rumo do viver altera-se, e nós sempre na ilusão de um leme, detenho-me a olhar o “ontem”, mas nada concluo...

segunda-feira, 13 de maio de 2019




… perder-se no precioso brilho emanado por cada vela, aquele frágil equilíbrio que se derruba a cada brisa, mas que se reergue num milagre aparente para iluminar…

in Só o sol para ensinar a sombra

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Deixai a aparição emergir no seio da aparência


Há vozes que, apesar de já caladas, ainda nos norteiam os passos, e, volta e meia, frases suas fazem-se ouvir, como é o caso desta, por norma, começava assim as frases (“Meus amigos, meus amigos…”), depois lá vinha a sentença, hoje só vou falar desta (“Deixai a aparição emergir no seio da aparência”), de facto, há frases que levam uma vida para serem compreendidas, ou talvez mais, o primeiro convite desta frase é à paciência, à espera, nesta fase da vida, creio que a precipitação, a impaciência, em vez de agilizar as coisas, apenas...

segunda-feira, 6 de maio de 2019



… e num repente da vida parasse para a olhar nos olhos, e simplesmente concluísse não a desejar mais, há coisa mais natural? Deixou de desejar a vida! Simples, claro, óbvio… Para os que ficam, no cais, a contemplar a partida, um sentir de revolta e incompreensão simultâneos…

in Um lugar só existe no tempo