Livros

Livros

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Deixai a aparição emergir no seio da aparência


Há vozes que, apesar de já caladas, ainda nos norteiam os passos, e, volta e meia, frases suas fazem-se ouvir, como é o caso desta, por norma, começava assim as frases (“Meus amigos, meus amigos…”), depois lá vinha a sentença, hoje só vou falar desta (“Deixai a aparição emergir no seio da aparência”), de facto, há frases que levam uma vida para serem compreendidas, ou talvez mais, o primeiro convite desta frase é à paciência, à espera, nesta fase da vida, creio que a precipitação, a impaciência, em vez de agilizar as coisas, apenas...

Sem comentários:

Enviar um comentário